Autora do Blog

Minha foto
Professora do Curso de Graduação em Enfermagem da Universidade do Vale do Itajaí - UNIVALI. Enfermeira Mestre em Tecnologias em Saúde e Especialista em Emergências. Atualmente estudante de Direito e, sobretudo, uma Enfermeira que ama fisiologia humana.

BOAS VINDAS.

Nesse blog estão disponíveis conceitos básicos e essenciais sobre fisiologia humana e, cabe destacar, as informações são embasadas no Tratado de Fisiologia Médica de Arthur C. Guyton. Sendo assim, são noções confiáveis e usadas por todos que trabalham com saúde.



Sejam todos bem vindos e aproveitem!

Equilíbrio Ácido- Básico: a função dos rins


O organismo produz diariamente 80 mEq (50 a 100 mmoles/dia) de ácidos não voláteis (não excretáveis pelos pulmões), principalmente a partir do metabolismo das proteínas. E cerca de 15 a 20 moles/dia de ácidos voláteis.
O mecanismo primário para a remoção desses ácidos não voláteis é a excreção renal. Entretanto o controle preciso das concentrações de íons H+ no Líquido extracelular (LEC) envolve mais que a simples eliminação desses íons pelos rins, como mecanismos de tamponamento ácido-básico envolvendo o sangue, as células e os pulmões, que são essenciais à manutenção das concentrações normais dos íons H+, tanto no Líquido intracelular (LIC) quanto no LEC.
A concentração de íons H+ nos líquidos corporais é normalmente mantida em nível baixo, em comparação aos outros íons.
[H+] 40 x 10-9Eq/l ou 40 nEq/l

O íon Hidrogênio é um próton livre liberado a partir do átomo de Hidrogênio, as moléculas que contém átomos de Hidrogênio são capazes de liberar íons Hidrogênio e são denominadas ácidos.
Ex: HCl se ioniza na água e libera H+ e Cl-.

H2CO3 se ioniza na água e libera H+ e HCO3- .
Uma base é um íon ou molécula que pode aceitar um íon H+.
Ex:HCO3- é uma base visto que pode combinar-se com o H+ e formar o H2CO3.

HPO4-- é uma base visto que pode combinar-se com o H+ e formar o H2PO4--.
As proteínas também funcionam como base, visto que alguns aminoácidos têm carga negativa e prontamente aceitam íons H+.
A Hemoglobina nos eritrócitos e as proteínas em outras células estão entre as bases mais importantes no corpo.
O termo base é freqüentemente é utilizado como sinônimo do termo álcali, que é uma molécula formada pela combinação de um ou mais dos metais alcalinos (Sódio, Potássio e Lítio) com um íon fortemente básico como o íon hidroxila (OH-).
A porção básica dessas moléculas reage rapidamente com os íons H+ para removê-los da solução.
Alcalose refere-se a remoção excessiva de íons H+ dos líquidos corporais.
Acidose refere-se a adição excessiva de íons H+ nos líquidos corporais.

Distúrbios ácido-básicos metabólicos resultam da mudança na [HCO3-].
Distúrbios ácido-básicos respiratórios resultam da mudança na pCO2.

Ácido forte: rapidamente se dissocia e libera grandes quantidades de H+ na solução, ex: HCl.

Base forte: reage rapidamente e fortemente com o H+ e remove ativamente íons H+ da solução, ex: OH- forma H2O.

Ácido fraco: libera íons H+ com menor intensidade, ex: H2CO3.

Base fraca: liga-se mais fracamente com o H+ do que a hidroxila, ex: HCO3-.

A maioria dos ácidos e bases no LEC que estão envolvidos no controle ácido-básico são ácidos e bases fracas (H2CO3 e o HCO3-). continua >>